JULES VANDYSTADT é ator, cantor, músico, compositor e arranjador. 

 

Como ator/cantor trabalhou com a dupla de diretores Charles Möeller e Claudio Botelho em "7 O Musical" (2007), "A Noviça Rebelde" (2008), "Beatles Num Céu de Diamantes" (2008 a 2017), “Milton Nascimento – Nada Será Como Antes" (2012/13/16) e "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos" (2014). Sob a direção de Karen Acioly, fez a opereta infantil franco-brasileira "Fedegunda" (2008 a 2013) e o musical "Cabelos Arrepiados" (2011), no qual também assinou a composição da trilha original. Protagonizou o espetáculo "Por Uma Noite - Um Sonho Nos Bastidores da Broadway" (2009/2010). Integrou o elenco de "Fascinante Gershwin" (2010/11/12), com supervisão artística de Marília Pêra.

 

Como diretor artístico da Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, produziu e atuou em "Hontem, Hoje e Sempre - Um Chá de Carnaval" (2011/12), "Hollywood - A Magia do Cinema" (2011/13) e "Então é Natal" (2011/12). 

 

Como diretor musical, esteve à frente dos espetáculos "Fedegunda", "Fascinante Gershwin", "Por Uma Noite", "Stand-Up Musical", "Hontem, Hoje e Sempre - Um Chá de Carnaval", "Hollywood – A Magia do Cinema", "Então é Natal", "Sarjeta - Meu Mundo Caiu" (2013), "Para Sempre ABBA" (2013), “Tudo Por Um Popstar” (2013), “Tropicalistas - O Musical” (2016), “Yank! O Musical” (2017), “O Homem no Espelho” (2018), “Romeu & Julieta - O Musical” (2018), "Pippin" (2018), "70! Década do Divino Maravilhoso" e "Merlin & Arthur - Um Sonho de Liberdade" (2019)

Jules é um profissional que coleciona vários prêmios e nomeações. Dentre suas premiações destacam-se o Prêmio Shell 2009 (pelos arranjos de "Beatles Num Céu de Diamantes", o Prêmio Bibi Ferreira (pelos arranjos de "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”, o Broadway World Brazil Awards 2017 (pela direção musical e arranjos de “Yank! O Musical”) e o Prêmio Cesgranrio de Teatro 2019 (Melhor Direção Musical por "O Homem No Espelho", "Pippin" e "70! Década do Divino Maravilhoso"). Além de diversas outras nomeações.

 

Na TV esteve à frente da direção, produção e criação musical do seriado "Gaby Estrella", no canal Gloob (Globosat), onde também interpretou o personagem Sergio Estrella. O seriado foi indicado ao Emmy Kids Awards 2014 na categoria melhor seriado infantil internacional. Também está a frente do longa-metragem homônimo "Gaby Estrella - O Filme" (2018).

 

Em 2007 criou a ONG Cantareiros (www.cantareiros.org) uma iniciativa filantrópica para levar conforto através da música em hospitais públicos, asilos, orfanatos e ONGs. Os Cantareiros estão am atividade ininterrupta até a presente data.
 

Durante a pandemia da COVID-19 Jules criou o projeto "Me Pede Que Eu Canto", uma iniciativa filantrópica que conecta artistas à idosos em asilos, através de vídeos musicais. Em janeiro de 2021 o projeto já conta com mais de 600 voluntários espalhados pelo Brasil, tendo produzido mais de 2000 vídeos.